15 dezembro 2007

DESASTRES CONTINUAM

..
-----Este grupo continua debaixo de um mau-olhado, pois os azares não param. Depois da queda de bike do Vítor Silva, a chegar a Santiago de Compostela e duas vértebras fracturadas, foi a vez do Marco Pereira, partir um braço num passeio de domingo em Baião.
.
-----
Podemos pensar que este grupo está recheado é de mancos, com falta de jeito para a pratica da modalidade.
.
-----Porém, quando o Jorge Almeida, "arranja" um entorse num pé a correr abeira da praia, devemos pensar afinal que este grupo está é repleto de reumáticos.
.
-----Mas o que pensar, quando após alguns meses a recuperar de uma lesão grave, o Vítor Silva, volta a pegar numa bicicleta e na 3 ou 4 vez que vai andar durante a tarde e é atropelado por trás, por uma mota, quando seguia fora da faixa de rodagem, numa estrada larga e em recta com visibilidade.
.
-----Diríamos é preciso ter azar, mesmo muito azar pois o pior que podia acontecer a quem sofreu uma lesão na coluna e ter outro acidente que afecte essa zona.
.
-----Mas neste acidente não há dúvidas de quem é culpa, pelo que os danos na bicicleta o indivíduo vai-os pagar e felizmente os hematomas provocados com a queda acabam por desaparecer.
.
-----Mas não podemos esquecer o azar!
.
-----
É que o condutor do motociclo é um b.. um grande f...p... pois após o acidente, enquanto o vitokourov se refazia do tombo, o deficiente pôs-se em fuga.
.
-----Falta saber se não tinha seguro, carta de condução ou naquele momento já ia bêbado.
.
-----Depois disto, ou arrumamos as botas, ou neste caso as bikes e dedicamo-nos a agricultura.
.

1 comentário:

Rui disse...

E o relato do passeio de natal? Quero ver se apareço nalgum video.
Afinal podia ter ido com voçes no domingo porque sempre houve btt.
Ah, se quiseres tenho o contacto de uma bruxa, para vos livrares do mau olhado (ihhiiih).
Fica bem.