29 setembro 2010

ROTA H2O DA INVICTA

-
Bendita seja, pois, água divina que fecunda, consola, purifica, e que, desde pequenina, feita gota de orvalho, mata a sede das plantas entre abertas e prepara o festivo esplendor da primavera... e que, nascida em píncaros da serra vem de tão alto, procurando sempre ter um fim de planície e de humildade até perder, na última renúncia, o nome de baptismo de seus rios para ficar anónima nos mares.
-
Poema da Água de “Raúl Machado”
-
-
Gostaria de dedicar este último verso do “Poema da Água” ao nosso colega e amigo Vítor Silva, pelo contributo e empenho demonstrado, aquando da organização da 5ª edição do Passeio de Cicloturismo ASSP/PSP.
-
E é do sucesso deste evento realizado na cidade do Porto, no dia 25 de Setembro, que tratam os próximos paragrafos.
-
Foi, ainda cedo, que os primeiros participantes e entusiastas deste fantástico evento começaram a chegar á Praça de Mouzinho de Albuquerque, em frente á Casa da Música.
-
E nem o frio que pairava por entre os diversos elementos desta comitiva conseguiram refrescar o entusiasmo e ansiedade pela hora da partida.

-
Desde já o agradecimento ao Ginásio Virgin Active que, com elevado profissionalismo e simpatia, proporcionou o adequado aquecimento aos atletas para que nenhum dano físico ocorresse.
-

-
Era chegada a hora da partida pelo que, aproximadamente ás 9h30m, todos tiveram oportunidade de iniciar este passeio, vestidos a rigor com o Jersey proporcionado pela organização.
-

-
A acompanhar todos os atletas seguiam os guias da organização, bem como os elementos da Divisão de Trânsito da PSP e da Policia Municipal, que se faziam transportar nas suas viaturas para que nenhuma surpresa indesejável ocorresse durante o passeio. É impossível enumerar todos.
-

-
Aqui ficam alguns nomeadamente o KIKO que prontamente se disponibilizou, na sua viatura pessoal, a prestar apoio no final desta moldura humana e teve, mais uma vez, um trabalho fotográfico da mais alta qualidade.
-

-
Destaque para o Gigantone, bem no início do passeio, tal como o Tójó, o J.P, o Litos, O Dr.Zé, o Marito e o Wingman, sempre de apito na boca.
-

-
Assim sendo, a comitiva desceu a Avenida da Boavista
-
-
rumo á Ciclovia onde, de forma organizada, todos tiveram oportunidade de passar em Serralves, ícone desta bela cidade, e usufruir da ciclovia, no Parque da Pasteleira, estrutura destinada a quem gosta de andar de bicicleta.
-
-
-
-
-
Era hora de avançar e enfrentar a primeira dificuldade. A primeira subida, das Piscinas do Fluvial até ao Campo Alegre, que começou logo a distanciar o grupo mas como, nestas coisas, a entreajuda está sempre presente, os menos preparados contaram com a pronta ajuda dos guias e a força anímica dos transeuntes que prontamente lançaram palavras de incentivo.
-
-

-
Do Campo Alegre aos Jardins do Palácio foi a justa descida, como recompensa pela subida que todos fizeram, de forma exemplar, anteriormente.
-

-
E neste espaço todos puderam fazer uma pausa para contemplar a majestosa vista sobre o Rio Douro, e mesmo a Cúpula pode apreciar, bem do alto, o entusiasta espírito dos participantes que aguardavam mais uma parte do passeio.
-


-

-

Era hora de continuar rumo ao Jardim da Praça da República, tendo todos os participantes tido ainda a oportunidade de passar pelo Jardim da Cordoaria, Fonte da Cadeia, pela fantástica Fonte dos Leões e pelo Fontanário das Oliveiras.
-

-
Com tantos quilómetros percorridos, a fome começava a ser um sério aliado á vontade de comer.
E eis que sobre a sombra do Jardim da Arca de Água chegava o merecido repasto.
-

-

Ali se puderam ouvir os testemunhos vitoriosos de quem venceu a subida da Rua de Santa Catarina e desceu para o tão afamado Jardim.
-

-

-

Com tanta história por debaixo de nós, no que respeita aos túneis que ali têm início, e que são responsáveis por grande parte da água potável do Porto, todos recuperaram energias, principalmente alguns guias que encetaram uma dura cruzada nas subidas mais difíceis ao darem uma “ajuda” aos outros atletas.
-

Mas no final deste esforço, o simples facto de ver toda a gente reunida era recompensa mais do que suficiente.
-

Sendo o Porto uma cidade tão “Sui Géneris” é, de facto, rica em jardins citadinos.

-
E a Ecobike, ciente da responsabilidade cívica e educacional presente nos valores que a movem proporcionou a passagem não por um mas por seis jardins.
-

-
Estas obras “naturais” são designadamente os jardins da Quinta do Covelo, da Praça Velasquez, do Campo 24 de Agosto, de Fernão de Magalhães, de S. Lázaro e Nova Sintra.
-
Por entre fontes e ribeiras surgia também a foz do Rio da Vila e do Rio Tinto.
-

-

-

Passados os percursos mais sinuosos eis que a liberdade do terreno plano libertava as energias finais.

-
-

-

-

-

-

Assim, passado o Jardim do Passeio Alegre faltava, apenas, a Avenida Brasil para que, no horizonte, o Sea Life e o Parque da Cidade surgissem.
-
Sendo o menu de almoço tão diversificado e a simpatia de quem atendeu tão valentes atletas reconhecida, por todos, o Pavilhão da Água não demorou a ser avistado qual marinheiro ansioso por terra firme para descansar de tão aclamada viagem.
-

-

-

-

Inaugurado em 1933 e idealizado pelo arquitecto paisagista Sidónio Pardal nos anos 60, o Parque da Cidade foi palco, por todos os que fizeram parte deste evento, de momentos de rara descontracção e camaradagem.
-

-
E nesta festa não faltaram os mais novos que, apesar da tenra idade, não esconderam o orgulho pelo feito dos pais.
-

-
Quase 40 quilómetros de diversão, esforço, muita dedicação e alegria.
-
De enaltecer o empenhado esforço de todos os elementos da Ecobike que, de corpo e alma, se dedicaram a fazer desta 5ª edição do Passeio de Cicloturismo da ASPP/PSP um evento memorável que ficará, de certeza, na memória de todos e para todos.
-
Resta agradecer de forma vigorosa aos elementos da PSP (Divisão de Trânsito) e da Policia Municipal do Porto.
-
O nosso agradecimento também a diversas entidades nomeadamente a Gaiabike, Barbot, Mílicia, Hotel do Terço, NSolutions, Dietsport, Caetano Auto, Lima 5, Café Torres e Paulo Albuquerque Seguros que manifestaram e deram o seu contributo a este evento.
-
Esta Rota H2O Invicta foi, de facto, uma lição de humanismo em que a Água, na sua essência, esteve sempre presente em nós.
-
Um forte abraço,

Fernando Castro Wingman

--

-

7 comentários:

Iran Maia disse...

Amei seu blog.
Acabei de lançar um livro chamado Qualquer Versar, o download é gratuito. Dê uma lida:
http://recantodasletras.uol.com.br/e-livros/2555650

Iran Maia

Carlos disse...

que categoria de texto, que descreveu na perfeição o passeio da água.
não há melhor wingman...sem ele eu não levanto voo!!!
três vivas ao wingman...sempre de apito na boca, (olha se fosse outra coisa!!!!)
Um abraço a todos os ecobikers e um em especial ao meu wingman.
Litos

Anónimo disse...

Um muito obrigado a todos, que com algum sacrifício pessoal tornaram possível o sucesso deste evento.
J Almeida

Anónimo disse...

Como sempre um passeio espectacular! Convivio do melhor!
E uma atitude fantastica dos guias, especiamente os do fim do pelotão, onde seguia, que foram o percurso todo a auxiliar os menos preparados.
obrigado
António

Anónimo disse...

Viva amigos

Apesar de não ter estado presente em mais um excelente passeio de cicloturismo, tenho a certeza que foi um bom dia de convívio para os que participaram.

A ti Wingman espero que participes mais vezes pela tua alegria e boa disposição que provocas a quem te acompanha.

A tua crónica esteve a altura dos preguinhos deste blog (EXCELENTE) só lhe faltou uma pitada do teu característico humor.

Para terminar e sem quaisquer modéstias gostaria de acrescentar ao teu relato, porque compreensivelmente tu e muita gente desconhece que, fui o mentor e dinamizador deste evento de sucesso, que como é evidente se deve também ao empenho de outras pessoas e instituições.

Bons passeios

Abraço/ beijos
Vitor Silva

tojo disse...

esta crónica está mto formal para o seu autor, pois nem sequer tem anedotas, está mto seca.
Foi sem dúvida mais um grande evento organizado pela Ecobike, devidamente pensado pelo Vitokorov e depois posto em prática pelo Presidente e seus leais seguidores. È sempre com enorme alegria e disponibilidade que os elementos desta equipa ajudam a levar a bom porto todos aqueles que se propuzeram participar neste evento. O enorme sucesso deste evento vai estar sempre ligado a nós (Ecobike) independentemente da vontade e opinião de alguns....

Anónimo disse...

...uns começam...outros terminam...mas sempre com o espírito de desenvolver o Ecobike...para o ano teremos muito mais...parabens
KK