22 outubro 2008

RECORDAR AMESTERDÃO

Amesterdam
.
-----Hoje, foi dia de passeio pela cidade já designada de Veneza de Portugal, com os canais e a ria a penetrar por entre os bairros, com o objectivo de utilizar a famosa BUGA (Bicicleta de Utilização Gratuita de Aveiro).
.
-----
Graças a utilização deste tipo de bicicletas, foi atribuído à cidade de Aveiro o titulo de Amesterdão Lusitana, que na minha perspectiva se aplica bem melhor que o titulo anterior. Contudo, a comparação só existe na utilização de bicicletas pelos visitantes e moradores, numa localidade em que as principais artérias se encontram rodeadas de águas e canais .
.
-----Mas, o importante é salientar a intenção positiva da autarquia em disponibilizar bicicletas para que os todos os interessados possam utiliza-las como meio de transporte, de forma gratuita e livre de burocracias, bastando para isso dirigir-se a um posto BUGA, espalhados pela cidade e entregar um documento de identificação.
-----No posto BUGA, existente nas proximidades do Centro Comercial denominado Forum Aveiro, levantamos as bikes e a seguir foi só pedalar.
-
-----De imediato deu para constatar que os velocipedes não tinham mudanças e apenas um travão, que mal travava, muito provavelmente para evitar grandes velocidades ou brincadeiras com as travagens, por forma a poupar os pneus.
-----Facilmente percorremos o centro da cidade, com passagem pelos pontos e edifícios mais importantes, sem qualquer esforço, pelo que apenas deu para exercitar os músculos dos olhos.....tanta foi a fartura....especialmente junto ao centro comercial (ao ar livre).
.
-----O passeio não ficava completo sem uma peripécia qualquer, por isso não é de estranhar que ao fim da tarde quando nos dirigíamos para o posto das BUGA, para entrega-las (até as 19h00), ao descer dois degraus de um simples passeio fui surpreendido com uma queda, que me projectou para a frente. Felizmente o tombo foi pequeno.
-
-----Quando me levantei para apurar o motivo de tal queda, verifiquei que desta vez não tinha sido por inabilidade minha, mas por falha grave do material. O parafuso que devia prender a cesta e o guarda-lamas da frente ao quadro da bike, soltou-se, embatendo na roda da frente, que dessa forma bloqueou o andamento.
.
-----Os poucos metros que faltavam para o posto das Bugas teve de ser feito a segurar no cesto, de modo a não prender a roda.
-
-----Apesar das BUGAS que vi se encontrarem degradadas e da falha de material da bicla em que circulei, não deixo de recomendar um passeio em família, pela cidade neste meio de transporte.
.
-----E no próximo verão faço intenções de regressar, utilizando como transporte o comboio e de seguida até as praias da Costa Nova de BUGA (13 a 16km do centro).
.

Linha BUGA: 96 7050 441

.

3 comentários:

Anónimo disse...

ora aí está um passeio à altura do moderador deste sitio. Nem assim conseguiu evitar um contacto imediato com o solo sagrado da bela localidade.
Parabens vitinho, por mais uma queda ao mais elevado nível.
Ass. JP Leite.

rui disse...

Muito bem... já pedalei no belo cenário de buga por altura do euro 2004 (fui ver um Jogo do Euro), a já bela cidade de Aveiro estava com um colorido muito especial o que dava ainda mais espectacularidade a Amesterdão lusa. Agora cair e a culpa é da buga é que não convensse ninguém...
Abraço

Anónimo disse...

Quem é vivo sempre aparece, o meu amigo rui, que foi mordido por um animal desconhecido em Montesinho e esteve as portas da morte....
vê-la se arranjas uma folga do estudo e do trabalho para irmos dar uma volta pela serra das flores...
abraço
vitor silva