12 julho 2008

MEIA MARATONA FAFE


-----Semana toda com a bicicleta em obras de restauro na casa coelho, foi tempo de descanso forçado.
.
-----Contudo, sábado foi dia de passeio com os domingueiros do costume, que cansados de ciclovias viraram-se para as meias maratonas de btt. Assim, fomos até a cidade de Fafe, participar neste evento organizado pela secção de BTT (BTTRinus) da Sociedade de Recreio Cepanense, pelo segundo ano consecutivo.
.
-----Na linha de partida o cenário do costume, os aspirantes a profissionais a furar o pelotão para chegar o mais próximo possível da linha de partida e assim que foi dado o tiro de inicio foi vê-los no sprint para ganhar posição na cabeça do pelotão.
.
-----Enquanto isso, nos fazíamos calmamente os primeiros quilómetros, até chegar as subidas, onde lá fomos recuperando alguns lugares.

-----A dada altura deixei-me levar por uma subida íngreme e lá me fui afastando dos meus colegas de viagem.

-----Com o avançar da prova lá ia recuperando lugares na classificação, especialmente nas subidas, que aproveitava para olhar para trás na esperança de ver os dois artistas da Boavista, que só aconteceu no reforço pelos 20km.

-----Mas não vos digo o tempo que esperei por eles, para não passarem vergonhas.

-----Esta paragem foi um verdadeiro teste de auto dominio, pois estive quase a ceder e seguir viagem sem esperar pelos meus parceiros de passeio, tal era a quantidade de participantes que iam chegando ao reforço e depois de uma breve paragem seguiam o seu caminho e o Pedro e o Nando, nem vê-los.

-----O argumento para tal atraso foram as fotos e a queda de um atleta que seguia na frente num carreiro técnico, a quem ficaram a dar apoio. Pois!Pois!....
.
-----
Com um acumulado de quase 1200 metros, esperavam-nos ainda algumas dificuldades, mas custou-me seguir pela meia maratona no ponto de desvio, especialmente quando no caminho da maratona seguiam atletas do escalão sénior.

-----Mas o fundamental nestas coisas é a companhia pelo que facilmente esqueci desse pormenor e lá foi puxando pelos meus companheiros de viagem para aumentarmos o ritmo, mas um furo na bicicleta do Nando, voltou atrasar-nos por duas vezes, por forma a solucionar o problema.

-----Na entrada da cidade o grupo em que seguia não se apercebeu das setas e lá andamos perdidos durante uns longos metros, pelo que os meus companheiros conseguiram chegar a meta uns milésimos de segundos à minha frente. No entanto, "cortamos" os três a meta ao mesmo tempo, sendo a classificação a seguinte:

- 69....MANUEL FERNANDO DINIS DE SOUSA...........3:18:11
- 70....VITOR FERNANDO VIEIRA RIBEIRO DA SILVA....3:18:18
- 71....PEDRO MIGUEL VELOSO SILVA...................3:18:22

.

-----Apesar de ter sido um passeio soft para a minha cervical, não deixei de aproveitar no fim a massagem fornecida pela organização aos participantes e ainda por cima na rifa saíram-me umas mãos femininas.

-----Lamentavelmente não posso deixar de fazer criticas à organização, que estou certo que fez todos os esforços para não deixar escapar qualquer pormenor. No entanto, acho que a espera para o almoço foi um pouco demorada e o almoço deixou um pouco a desejar, especialmente pelo facto de não deixarem repetir a bebida.

-----E com tanta demora acabamos por desistir e não ficamos para o sorteio dos prémios .

.

1 comentário:

O Trepador disse...

Estrear-me em meias maratonas, com um grau de dificuldade elevada, rolar a um ritmo regular e acabar na 69ª posição com um furo, estivemos ao mais alto nivel...
Valeu como sempre pelo convívio com os meus dois amigos de percurso e pela beleza da paisagem.
Aspectos desportivos é consultar a classificação final :)