13 maio 2008

A CAMINHO DE FÁTIMA

.
-----
Pelas 07h50, dê-mos início ao passeio, frente à Esquadra da PSP de Canidelo - Vila Nova de Gaia, com destino à estrada nacional 109.

. ------Algures em Esmoriz primeira paragem para pequeno almoço.
.
-----
Ao chegar a Ovar, nova paragem desta vez para o gigantones comprar um encaixe para o sapato no Valdemiro.
.
-----
Paragem que foi de imediato aproveitada pelo Zé, para ver os artigos da loja e comprar uns óculos. O Marito, não perdeu a oportunidade de choramingar, para o homem lhe descobrir um barulho que a bicicleta fazia, se calhar a roda ainda ia sair em andamento...
.
-----
Como os meus companheiros de viagem usualmente fazem treinos/corridas em estrada, de VNG até ao Furadouro, eu sabia que estava tramado, porque nas minhas pernas só btt e muitos
menos quilómetros que eles.
.
-----
Por isso não foi de estranhar que eu fosse sempre atrás deles e de quando em vez tinham de abrandar o ritmo para eu colar novamente.
.
-----
Na Figueira da Foz, voltamos a fazer uma pequena paragem para um "kit-kat".

.

-----Uns quilómetros a frente, com a chegada do carro de apoio, o nosso amigo Mendes brindou-nos com oferta de uma cervejinha, para mudar o tipo de líquidos.
.

-----Antes de abandonar-mos a estrada 109, algures junto da localidade de Guia, fizemos mais uma paragem para um lanche reforçado.

.
-----Daqui em diante o ritmo aumentou consideravelmente e com as primeiras subidas dei por mim a puxar pelo andamento até que acabou por me dar as "cabras" a cerca de 25km de Fátima.
.
-----
Mas bastou baixar o ritmo e nem a ultima subida, com uma inclinação acentuada fez mossa.

.
-----
Foi assim, sem dificuldades, avarias ou quaisquer problemas, a excepção do traseiro massacrado, que chegamos ao santuário.
.
-----Desta vez, como não foi um passeio planeado, não tinha-mos onde tomar banho, mas recorremos a camaradagem da GNR, que apesar da azafama do posto, com o efectivo reforçado, prontamente disponibilizaram as instalações.

.

-----O passeio terminou na Mealhada e como não podia deixar de ser foi com um leitãozinho ao jantar.

.
.

.

.

.

.

2 comentários:

Anónimo disse...

Um relato digno da Ecobike, com um filme a condizer.
O gosto musical é de questionar, até agora só conhecia uma pessoa que gostava de Pan pipe.....
Um abraço até ao próximo passeio.
Marito

vitor silva disse...

o cromo deves pensar que sou dono de alguma discoteca em casa ou ando a piratear da net.
Tendo em conta a viagem e o local onde foram tiradas as fotas foi o melhor que se arranjou.
abraço e boas pedaladas